Feliz dia do amigo (mesmo atrasado)

Confesso que não sou dos melhores amigos. Esqueço de ligar, esqueço das visitas e não lembro de datas que geralmente são lembradas. Por vezes aparento ser um amigo ausente e esquecido (certo, sou esquecido mesmo!). Confesso que existem momentos em que eu desapareço, tomo ”chá de sumiço”, visto a capa da invisibilidade. Não me pergunte o por quê! Eu sou assim! Não é fácil se mostrar, pegar confiança, tirar as máscaras e as capas. É no momento em que nos despimos, tiramos a roupa e ficamos nus, que mostramos as nossas imperfeições, as cicatrizes e marcas que a vida nos fez e nos deu de presente. É muita coisa em jogo. Temos nossas desilusões, nossos sonhos que fracassaram, nossos defeitos, as invejas alheias, as mágoas. Aqui pra nós, nem todo mundo sabe ser amigo!

Quero agradecer aos muitos amigos que fiz (pela internet e pessoalmente), muitos
deles que conheci mais intimamente, de todos os que vieram
e se foram, mas muito obrigado por me ensinar o que é
ser amigo de verdade!

Anúncios

Deixe sua opinião aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s